Na lã da infância se guarda o eterno
disse-me um alfabeto ancião e cansado
de encovado sorriso descovado e de
cerne de cabelos de perfumada ausência
Se perder do rebanho é como cair
a gravidade do poema da árvore
sem fazer-se renascenças
O eterno guarda o pastor nas ovelhas
da árvore
e o rebanho cuida das sementes
mesmo no vento da boca
II
O amor é um verbo de renascenças
soprado debaixo da pedra
levita os sonhos dela
e todo rebanho da janela cega
se Ilumina
III
Mas, amarga o sabor do rebanho e do pé
quando ficou sem sol sem quarar o poema
e os olhos se encardiram
IV


A lã teima o verbo e esquenta
o gelo da pedra de incenso das nuvens rebanhos de sementes
perdidos olores...

Views: 26

Comment

You need to be a member of iPeace.us to add comments!

Join iPeace.us

Latest Activity

Philip Watling updated their profile
Oct 18
yosafat widodo liked yosafat widodo's profile
Oct 3
yosafat widodo liked yosafat widodo's profile
Oct 3
yosafat widodo shared Marty Strickler's photo on Twitter
Jun 18
yosafat widodo liked DJ Razee's photo
Jun 18
LARRY VIGGO liked Kelly-Rene'e's profile
Jun 12
Anne Marie updated their profile
May 11
dresswong updated their profile
Apr 30

© 2019   Created by David Califa. Managed by Eyal Raviv.   Powered by

Badges  |  Report an Issue  |  Terms of Service